***   Um domingo de lavar a alma   ///   O domingo frio e chuvoso no sudeste do Brasil pôde ser considerado como o prenúncio da lavada que teve a alma do brasileiro. Desde que me conheço como gente, essa foi a eleição de maior participação política de nosso povo. E não digam que foi resultado da propaganda eleitoral no rádio e na tv, muito menos dos carros de som ou dos santinhos. Foram as redes sociais que levaram todos a discutir de forma intensa os destinos de nosso País. Recentemente em um popular supermercado atacadista de Caraguatatuba pude observar dois repositores, garotos ainda, lá pela casa dos 18 anos discutindo e comentando a postura e o desenvolvimento de candidatos nos debates. Para mim fato inédito. Iniciei o domingo com uma participação na Rádio Antena 8 a convite que tive do radialista Fábio Ferreira, rádio esta de grande audiência na zona sul de Caraguatatuba, Norte de São Sebastião e Ilhabela.  Por boa parte da manhã comentamos o que acontecia nas eleições. No período da tarde também participei dos comentários durante a divulgação da apuração e me surpreendi com vários resultados. Resultados esses que revelam o amadurecimento político de nossa população. Ao ver que políticos profissionais que há décadas vivem às nossas custas e contra os quais pesam pouco ou nada terem feito pelo povo, não se elegeram. Foi gratificante observar Romero Jucá, Eunicio de Oliveira, Magno Malta, Beto Richa, Roberto Requião, Cesar Maia, Edson Lobão, Marconi Pirillo e o fim do clã da família Sarnei com mais de 50 anos na política. Tudo isso sem falar naqueles que envolvidos em escândalos de corrupção também foram descartados pelo povo. Esses de todos os partidos tradicionais. Aliás, poucos sobreviveram e terão que conviver com uma nova realidade, isso se não forem presos. A derrota de Alckmin com menos de 5% dos votos, lavou a alma dos paulistas de várias classes, que há anos esperavam por uma atenção e isso inclui as polícias, os professores, os funcionários públicos estaduais em geral, sem falar na grande massa da população. Essa derrota também serve para mostrar a insatisfação com os velhos caciques como Fernando Henrique Cardoso (o vagabundo). Dória pode ser a gota d´água para determinar o fim definitivo do PSDB que em uma tentativa de sobrevivência, como último suspiro, poderá ainda mudar o nome do partido. Só lembrando nossa região, promessas como a duplicação da rodovia dos Tamoios (mais de vinte anos) ainda não foi concluída e já pagamos um caro pedágio. O sonhado Hospital Regional, promessa antiga, ainda não está concluído. Isso sem falar no estado onde concessões faraônicas das rodovias, nos fazem pagar os mais caros pedágios do País. Motocicletas que não desgastam as rodovias, que colaboram com o trânsito e economizam combustível e que em muitos lugares não pagam pedágio, nas concessões de Alckmin pagam e pior, é a indústria das multas que ele implantou onde os dados mostram que apenas no ano passado, nas estradas paulistas, dez multas foram aplicadas por minuto. Uma verdadeira fortuna roubada do povo. Domingo recebeu o troco! Não sei qual será o resultado do segundo turno, não farei como a mídia maldita faz de tentar induzir seus ouvintes a votar neste ou naquele candidato, mas tenho a certeza que vingará a vontade popular e ela será cumplice e co-participe do que vier a acontecer em nosso País.   ///   Cesar Jumana

Nas próximas eleições lembre-se das multas na Tamoios!

Tempo - Cº

Caraguatatuba
CPTEC - INPE
Foto Satélite
Previsão p/ 10 dias

Noroeste News

Nosso jornal esta disponivel em PDF caso não possua clique na figura é gatuíto!

Classificados

Jornal Completo

Edições Anteriores

2017

2018

WEBMAIL

Fale conosco

 x

Edição 1067 - Semana de 04/10 a 11/10/2018

Para entrar nesta edição clique na capa

 

 

 

 

 

 

  Pesquisar em nossos arquivos

Loading

 

Edições Anteriores

Fale conosco
e-mail: editor@noroestenews.com.br


©1998

Instituto Cesar Informática Ltda.

Rua Guarulhos, 157 - sala 4

Fone: 12 3883-3433

Caraguatatuba - SP

CEP - 11660-070